Quem me acompanha há algum tempo sabe que eu amo cozinhar e acho que esse amor surgiu porque adoro comer! rsrs

No meu antigo blog eu sempre dava uma receitinha de coisas que gosto de fazer em casa e agora vou retomar esse antigo projeto. 

Hoje eu reinicio com uma receita deliciosa!


Ingredientes:

6 batatas médias cortadas;
400g de carne moída;
200g de muçarela;
150g de presunto;
100g de queijo parmesão;
1 cebola pequena picadinha;
Molho de tomate;
Azeitonas picadas;
Azeite;
Alho e sal a gosto.

Modo de preparo:

Cozinhe as batatas com uma pitada de sal. Enquanto as batatas cozinham, prepare o molhe bolonhesa. Refogue a carne moída no azeite, com os dentes de alho e a cebola picadinhos. Acrescente o molho de tomate, água e o sal. Deixe ferver até o molho engrossar.

Após as batatas estarem cozidas,escorra a água e coloque-as em uma travessa. Coloque o molho por cima e depois uma camada de queijo, outra de presunto e por fim, o queijo ralado.

Leve ao forno até o queijo derreter. Uns 20 minutos mais ou menos.



Servidos?


Grande abraço e bom apetite!


JM é apaixonado por dinossauros (já falei sobre isso algumas vezes) e a nossa querida Anne Lieri  o presenteou com uma linda poesia via email.

Coloquei JM no colo, abri o email e começamos a conversar: 

- Filho, uma amiga da mamãe fez uma poesia pra você sobre dinossauros.
- É histólia?
- É sim. Vou ler pra você.
- Mamãe, poque tá tudo cololido?
- Porque a amiga da mamãe gosta de escrever assim, tudo colorido!
- A tá e cadê o dinossaulo?
- Não tem o desenho do dinossauro filho, só a história, mas a gente pode fazer um, o da história. O que você acha?
- Eu vou gosta, mamãe.
- Vou ler pra você.


Dino, o dinossaurinho
(Anne Lieri)

Um lindo dinossaurinho
Acabara de nascer
Saiu depressa do ninho
Já começou a correr.

A mamãe o chamou Dino
E todo mundo se encantou,
Um dinossauro menino
Deu um grito e assustou!

Como pode um pequenino
De algumas toneladas
Assustar toda floresta
Que correu apavorada?

Dino, Dino, dinossauro
Um enorme lagartão,
Inteligente e apressado
Bonito e espertalhão!

Viveu há milhões de anos
Na Terra ele habitou
E continua até hoje
A História o encontrou!


- Gostou filho?
- Gotei demais! Ele tem uma mamãe igual eu, né mamãe? Ele é gandão e espeto igual eu!
(...)

E a conversa não parou por aí e logo fomos pegando alguns materiais pra fazer o dinossauro da poesia...

Pratinhos de isopor.

Fiz o recorte de um dinossauro em um dos pratinhos.

JM brincou muito com o dinossauro.

O dinossauro vai te pegar!!

Beijinho no novo amigo. 

E pra podermos montar uma cena com o dinossauro, fiz recortes de nuvens, sol, árvore e chão.

JM fez uma linda cena, não acham?

 
E gostou tanto do dinossauro que foram dormir juntos!



Anne, muito obrigada pela linda poesia.
Nós adoramos!
Beijos José Marcos e 



Conheça o trabalho de Anne Lieri: http://menina-voadora.blogspot.com.br



O domador de Monstros é um livro colorido, bem ilustrado e com um texto muito gostoso e fácil pra criançada se divertir! JM adorou! 


O livro conta a história de Sérgio, um menino às vezes corajoso, mas que por vezes ficava com medo dos monstros que se refletiam pela parede de seu quarto. Sua estratégia para espantar ao medo, era conversar com os monstros que surgiam. 

Nessa conversa, Ana Maria Machado acrescenta matemática e características (partes do corpo). Um jeito ainda mais gostoso de aprender e ainda mostrar pras crianças que não é preciso ter medo de monstros!



JM "leu" várias vezes o livro e pedi pra que escolhesse os monstros que mais gostou para eu poder fazer pra ele brincar.



JM escolheu o monstro que ilustra a capa do livro.



Escolheu também o monstro de um olho só. (p.10)


E o terceiro monstro escolhido foi o monstro com um olho só, duas bocas, três chifres e quatro trombas. (p.16)




Mais uma dica de leitura da mamãe 


"O domador de Monstros". Ana Maria Machado. FTD