Brincar com bonecos de super heróis é uma das heranças que podemos passar pra nossos filhos. 

Lembro perfeitamente de como meus irmãos também gostavam desses heróis e com JM não é diferente.

Apesar de não ter assistido aos filmes desses personagens, ele sabe que todos tem poderes especiais pra salvar a humanidade do mal.

Fico a observar as falas desenvolvidas nos momentos de brincadeiras e admiro a capacidade de criação que JM tem, apropriado para uma criança de 4 anos.

JM nas fotos, ainda de pijaminha se diverte com seus amigos. É acordar, imaginar e se divertir!




Abraços,
Genis Borges

Férias + calor + sol = Praia



A Praia é o passeio mais escolhido para esta época do ano, mas devemos ficar de olho em nossas crianças.

Alguns cuidados são essenciais. 

Abaixo, relacionei algumas dicas importantes. Confira:

- Protetor Solar: Além de evitar a exposição ao sol no período de 10h e 16h, o uso do protetor solar é imprescindível. Se for necessário peça uma dica de um bom produto para seu pediatra.

- Água: Dificilmente a criança irá pedir pra beber água, pois ficará entretida com todas as brincadeiras desse espaço maravilhoso, então OFEREÇA ÁGUA pra elas. Cuidado com a desidratação!

- Afogamento: Nunca deixe as crianças sozinhas na água, mesmo aquelas que sabem nadar. A companhia de um adulto atento a salvará de afogamentos e até mesmo de fatalidades.

- Crianças perdidas: Eu já fiquei perdida na praia quando era criança e lembro que além de muitas queimaduras, pois andei por muitas horas procurando meus pais, fiquei apavorada. Graças a Deus uma família me amparou e conseguimos achar meus pais, mas hoje em dia as coisas estão piores, crianças somem a cada dia e ficar de olho nelas nunca é demais! Não deixe seus filhos brincando sozinhos, esteja sempre por perto.

- Alimentação: Refeições leves, frutas e bastante líquido para evitar intoxicação alimentar. Evite ao máximo aqueles produtos gordurosos e mal refrigerados.

- Areias: Algumas praias são muito cheias e há pessoas que levam cachorros. Cuidado com as doenças dermatológicas. Use um tapetinho de palha ou toalha para pelo menos evitar um pouco de contato direto com a areia.


Você tem alguma dica importante para dar?
Compartilhe!

Genis Borges
Olá mamães,

Adoro apresentar empresas que trazem praticidade pras nossas vidas e hoje apresento a Daskom.

A Daskom comercializa tapetes lindos, confortáveis e seguros para as crianças e também para os bebês. Mas, além disso tudo, eles também são:

- Antitérmicos
- Antiderrapantes
- Antialérgicos e Atóxicos
- Ecologicamente correto
- Fáceis de limpar
- Fáceis de guardar (é só enrolar)



Confira alguns modelos:

Os tamanhos dos tapetes variam de 1,40 x 1,00 cm até 1,40 x 2,10 cm.
JM adorou seu tapete e se ele gostou, a mamãe aprova e recomenda, certo?








Para nossas queridas leitoras, a Daskom está disponibilizando um desconto, basta usar o código p5963bmer, comprando pelo site.


SERVIÇO:


Abraços, Genis Borges




Quando ainda pequena, é normal que a criança acredite em Papai Noel, Super Heróis, Fada dos dentes etc. 

A desconfiança de que tais personagens não existam começa a acontecer por volta dos 6, 7 anos, quando o pensamento da criança começa a ficar mais lógico e ela começa a comparar situações. Mas, nos dias de hoje está cada vez mais difícil essa fantasia se manter por muito tempo, pois as crianças tem um acesso muito grande às informações devido ao mundo virtual.

Acreditar em figuras imaginárias ajuda a criança a lidar com os seus pensamentos, enriquece o imaginário e favorece a exploração das ideias. 

Se em algum momento a criança questionar a veracidade da existência do Papai Noel, o importante é que se fale a verdade, aceitando que seu 'pequeno' cresceu. O ideal é que a desconfiança parta da própria criança e não seja uma forçação da parte do adulto em dizer que Papai Noel não existe, assim como os outros personagens da imaginação infantil.

Desde bebezinho JM se interessou pelo 'bom velhinho' e eu deixei ele naturalmente ir acreditando, sem forçar o contrário. Mas no que ele acredita? Acredita que tem um homem vestido de roupa vermelha, que gosta das crianças e que dá presentes.

Jamais irei substituir a figura de Jesus, o verdadeiro sentido do Natal, pela figura de Papai Noel. Papai Noel não é Papai do Céu, isso é fato e JM sabe perfeitamente a diferença entre eles.

Não sei quando será o momento que ele descobrirá a verdade, ou seja, que Papai Noel não compra realmente os presentes, mas estarei aqui pra orientá-lo e ajudá-lo a chegar as suas próprias descobertas.

Eu acreditei em Papai Noel até uns 6 anos mais ou menos. Meu pai colocava os brinquedos de Natal no meu quarto durante a noite e quando acordava era aquela festa, mas sempre me lamentava por estar dormindo e pensava "Poxa, não vi o Papai Noel de novo...." 

E você, qual sua opinião sobre o assunto? Seu filho acredita em Papai Noel ou em outros personagens imaginários? Você permite que ele acredite ou proíbe tais fantasias? Deixe suas respostas no comentário.






Abraços,
Genis Borges





E ele me surpreende com tamanho amor e admiração pela mamãe... Diz umas frases de tamanho carinho, como "Você é minha princesa, Você é minha linda, Como você está linda hoje!" e vira e mexe me enche de beijos da cabeça aos pés. 

Esse é JM, menino carinhoso e que gosta de demonstrar esse carinho todos os dias.

Mas, além desse carinho todo e meiguice, é menino peralta, muito peralta, moleque travesso que não para um só minuto.

Ser mãe de JM é viver uma aventura todos os dias, é aprender os nomes dos super herois, dos personagens de desenhos e filmes infantis, é ser amiga de monstros e animais selvagens, é ter fôlego pra brincar, jogar bola, subir, descer, correr...

Ser mãe de JM é ser uma princesa que independente de como se acorda ou de como se está vestida, é linda e mamalhilhosa.

Eu amo ser mãe desse menino abençoado, querido e amado. ♥

Mamãe Genis

Beijinho na pontinha do nariz. Carinho que ele adora dar pra mamãe.



Olá famílias!

Apenas uma latinha (usei a de massa de tomate), retalhos de EVA, algodão, 
bolinha de isopor e lã. 

Para fazer o rostinho do anjinho usei caneta permanente e blush pra dar uma 
corzinha nas bochechas.





Muito facinho de fazer esse lindo anjinho, não é mesmo?!

E vocês, fizeram alguma reciclagem para o Natal?
Conte pra gente!

Beijos, 
Genis Borges



* Fiquei tão empolgada com o anjinho que acabei esquecendo de fotografar o PAP, como sempre faço aqui. Quando me dei conta, já tinha recortado o EVA e encapado as latinhas...



Comprar sapatos pela internet é super complicado. Você vê um produto e não sabe se é confortável, se vai servir direitinho, se realmente é 'aquilo tudo' que a empresa mostra nos sites.

Por isso, resolvi indicar, usando a credibilidade que tenho com muitos amigos que visitam meu blog, os sapatos da DOK Calçados Infantis.

JM tem, são lindos, confortáveis e com as numerações adequadas.

Mas, você conhece a DOK? A DOK é uma empresa nova, nascida em julho de 2010 que com toda qualidade em sua prestação de serviço e principalmente qualidade na produção, vem crescendo e já atua em todo o território brasileiro.

O objetivo da DOK é fornecer os calçados ideais para uso das crianças do Brasil e do mundo, sempre com alto nível de qualidade e conforto, aliados a designs contemporâneos e a alegria do universo infantil. Inovar e garantir o bem-estar em cada passo no desenvolvimento das crianças é essencial para assegurar um crescimento saudável e qualidade de vida.

Além da responsabilidade de desenvolver produtos que não agridam o meio ambiente, a DOK recicla materiais utilizados em sua produção (matérias primas, embalagens, entre outros) através de instituições e empresas especializadas no reaproveitamento do produto. Junto a isso, realizam todos os anos doações de calçados a crianças carentes em creches em sua cidade e região. - Isso é a cara do nosso blog, não é mesmo?

Enfim, os calçados da DOK estão sendo recomendamos aqui, então você pode confiar!

Confira os modelos que JM tem e depois passe no site para conferir a linda variedade que a empresa nos dispõe.









SERVIÇO:




Imprimi uma imagem da net que representa o Presépio, figura clássica pra explicar o Natal para as crianças. Após contar pra JM toda a história (muitas partes ele se recordava), sugeri que pintasse a imagem pra que pudéssemos fazer um 'quadro'.

JM está sempre disposto a fazer reciclagem com a mamãe e sua dedicação aos desenhos e à pintura, tem me impressionado a cada dia.

JM tem se concentrado muito, observando e escolhendo minuciosamente as cores a serem utilizadas e sempre preocupado em não "borrar" o desenho. 

Detalhista e metódico como a mamãe.





Recortei a figura toda e colei num pratinho de isopor.


Quadro prontinho, decorando o quarto de JM.


Faça reciclagens, faça artes!
Incentive seu filho e faça junto com ele!
Vocês vão adorar!

Beijos, Genis ;)


Livro: "E o dente ainda doía.  Ana Terra. Ed. DCL".


Esse livro veio na Coleção Itaú deste ano. São rimas gostosas entre números e palavras com ilustrações bem criativas feitas pela própria autora Ana Terra.

O livro conta a história de um Jacaré que está sofrendo com dor de dente e que faz de tudo para se livrar da dor seguindo as dicas dos outros bichos da floresta: coelhos, sapos, ratos, tatus, toupeiras, patinhos e outros bichos. Mas de nada adiantava e... o dente ainda doía... Como disse JM: "Coitadinho do Jacaré!"


  

  

Aproveitando um pedaço de EVA, JM desenhou o jacaré da história. 


Para o jacaré ficar "em pé" colei uma caixinha de remédio pra servir de suporte.

E viva a imaginação das crianças!
Eu não me canso de dizer que ser criança é uma delícia! 

Quem nunca tomou um delicioso banho de banheira? Eu já tomei muuuuuuuuuitos banhos assim e é realmente uma delícia. 

Banho de banheira me leva à um túnel do tempo, um tempo inocente, delicioso, onde eu e meus 5 irmãos ficávamos brincando no terraço em dias de sol e é claro, com muita água!

Ainda não conheci uma criança que não goste de banho de mangueira e JM entra pra estatística daquelas crianças que ADORAM esta brincadeira.



Abraços, Genis ;)