Bom dia amigos,


Por aqui , eu procuro seguir um cardápio semanal, mas nos finais de semana deixo aberto para lanches ou refeições fora de casa. E como todos em casa gostam de uma boa pizza, fazemos a massa em casa mesmo, trazendo boas risadas e lembranças. Como o forno que eu uso é diferente do modelo do Brasil, acredito que a quantidade de pizza fique diferente, mas a receita é ótima, tenho certeza que será aprovada por vocês!




Ingredientes da massa:

4 xícaras de farinha de trigo para pão
1 1/2 xícara de leite morno
1 envelope de fermento para pão (6 gramas)
1 colher (sopa) açúcar
1/2 colher (chá) sal
2 colheres (sopa) óleo


Modo de preparo:

Misture o leite morno com o açúcar, o sal e o fermento. Aguarde por 5 minutos e adicione o óleo. Junte essa mistura com a farinha, sovando por 10 minutos. Coloque numa forma untada com óleo e deixe crescer por 1 hora e meia. Depois divida a massa conforme o tamanho da sua assadeira, abrindo com um rolo, sobre uma superfície enfarinhada. Acrescente o molho de tomate e o recheio de sua preferência e asse em forno 180 graus por 20 minutos. Nas minhas formas, rendem 3 pizzas!



Recheios: Atum, milho e cebola / queijo, presunto e tomate/queijo e legumes.


Bom apetite!!





Olá pessoal,

Eu e minha amiga Michele Gobbato vamos dar algumas dicas especiais para a Páscoa nos próximos dias! Serão atividades pra que a Páscoa seja uma festa linda!

E para darmos início, Michele nos apresenta um criativa reciclagem! Vamos conferir?!


Materiais necessários:
- Caixa de ovos
- Tintas
- Pincel
- Tesoura
- Cola e durex
- Papel sulfite
- Lápis de cor


Confira que fácil a criação:

Corte as forminhas da caixa de ovos, junte uma a outra.


Desenhe no papel sulfite as partes que completarão os coelhinhos e os pintinhos.

Pinte tudo pra ficar bem bonito!



E como sempre ensinamos aqui, convide seu filho pra participar da criação!



Eles adoram!



Prontinho pessoal. 


Olha só que arte linda, caprichada e a cara da Páscoa!


Até amanhã com mais novidades!
Beijos.



* Os ovos e pintinhos têm sido há muito tempo uma parte da celebração da Páscoa como símbolos de crescimento e renascimento.