Olá famílias!

Antes de JM nascer eu tinha um cuidado muito especial com a casa, tudo ficava sempre arrumadinho, no devido lugar. Depois que ele nasceu, eu fui tentando manter da mesma forma, mas chegou um tempo em que eu precisei tomar uma decisão: ou a casa ficava arrumada ou eu deixada a criança livre.

Por mais que a gente delimite o espaço em que a criança irá ficar, até por conta da segurança também, sempre alguma coisa vai ficar fora do lugar. Uma toalhinha, um brinquedinho, um sapatinho, um copinho... a certeza de que a casa nunca mais será a mesma tem que estar muito bem resolvida dentro de cada mamãe, pra não começar um desconforto interno, ocasionando um estresse e até brigas dentro de casa.

Essa manobra entre ser mamãe, cuidar da casa, ser esposa e ainda trabalhar fora não é uma tarefa nada fácil. Confesso que em alguns momentos a casa fica pra segundo, terceiro, quarto plano sim! Não tenho vergonha de dizer que priorizar a casa é coisa do passado. 

Penso que o mais importante no momento é estar num ambiente agradável, harmonioso e de muito amor. A bagunça a gente arruma outro dia, naquele dia em que ele crescer! Porque será assim, num piscar de olhos eles crescem e até da bagunça sentiremos saudades.

Ver JM com liberdade, brincando em vários ambientes da casa é o que me faz feliz. Hoje, ele já entende que precisa ajudar a mamãe na organização, me ajuda a guardar os brinquedos e até a arrumar casa, pois foi um hábito que desenvolvi desde bebezinho, mas isso é assunto para um outro post! O que quero dizer é que a casa de agora está mais bagunçada e com "objetos de decoração" diferentes, mas estamos muito mais felizes. Criança feliz e saudável é resposta de liberdade e amor.



Abraços, Genis ;)
Oi, bom dia!

Hoje trago mais uma receita para vocês, uma receita de um bolo que aqui em casa tem feito muito sucesso! Um bolo rápido, fácil, prático e o melhor: muito gostoso!

Bolo de chocolate não tem quem resista né (bom pelo menos eu acho rs).


Então vamos a receita!


Ingredientes

1 pote de iogurte natural de 170 g
3 ovos
1 pote (do iogurte) de açúcar
1 pote (do iogurte) de chocolate em pó
3 potes (do iogurte) de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento
1 ou 2 potes de 350 g de nutella para rechear e cobrir (se quiser cobrir e rechear use 2, eu achei melhor usar o pote menor pois acho ele mais cremoso e mais fácil para manusear)
1 pote (do iogurte) de óleo

Modo de preparo

Não precisa de batedeira, pode ser feito a mão.
Em uma tigela misture com um batedor os ovos e o iogurte.
Acrescente o óleo e o açúcar e misture bem, coloque o chocolate e a farinha aos poucos, misturando por último o fermento.
Coloque em uma forma de 20 cm de diâmetro, untada e enfarinhada.

Asse em forno pré aquecido a 180 graus por aproximadamente 40 minutos ou até furar com um palito e sair limpo.
Se desejar rechear, corte o bolo ao meio e coloque nutella, senão apenas cubra.
Coloque a outra parte do bolo e cubra todo com nutella.



Obs.: Esse fiz sem a cobertura pois não tinha nutella em casa e o Gui queria bolo sem nada, então atendi o pedido dele. E olha fica bom do mesmo jeito! 


Espero que gostem da receita!!!
Beijos Mi Gobbato 

Olá famílias, 

Muitas pessoas me perguntam algo relacionado à escola e outros assuntos sobre educação de filhos e eu vou tentando responder sobre o que tem dado certo aqui em casa, mas sempre pensei que a opinião de um especialista seria muito importante e enriquecedor e foi nascendo em mim há algum tempo o desejo em ter uma pedagoga como colunista para conversar com vocês sobre desenvolvimento infantil. 

E é com muita alegria que venho contar isso pra vocês! A partir de hoje, inciaremos uma parceria com a pedagoga Liliane Lima de Freitas Sessa Silva. Ela responderá as perguntas das mamães e também irá escrever sobre assuntos importantes sobre o universo infantil. 

E pra iniciarmos esta coluna, Liliane escreveu um texto muito gostoso de ler sobre sua infância, nos trazendo uma importante reflexão sobre a importância do brincar.



"Tive uma infância maravilhosa onde pude brincar na rua, subir em árvores, correr, pular. Tive uma infância onde não existia brincadeira de menino ou menina. As crianças simplesmente brincavam. Brinquei de taco na rua, de pique-pega, pique-esconde, pipa, boneca, casinha, herói e outras aventuras que a imaginação permitia. Tenho observado, na minha trajetória como professora, que as novas gerações brincam cada vez menos. As diversões estão cada vez mais individualizadas. As crianças têm acesso cada vez mais cedo as tecnologias e tem se dedicado aos jogos e games onde a atividade, muitas vezes, é solitária. Não faço uma crítica a isto, mas oriento que os pais brinquem com seus filhos em casa. Reservem um tempo para construir cabaninha com lençol, brincar de fazer comidinha... e não existe a regra de que menino não pode brincar com boneca e menina não pode brincar de carrinho...  Vamos brincar com nossos filhos e permitir que eles tenham momentos livres para explorar o corpo com todas as possibilidades que ele oferece! Brinquem!"

Envie suas perguntas para meumundomaterno@hotmail.com ou para a fanpage.

Conheça mais sobre a Pedagoga Liliane:

Bom dia amigos,

Hoje estréio minha participação neste novo projeto da querida Genis Borges. E devo dizer que é um espaço muito importante para mim. A receita de hoje é um dos pratos que mais pedem aqui em casa, tem vezes que faço com um tempero um pouco mais apimentado, mas no dia a dia é esta a receita.

Coxa e sobre coxa oriental

Ingredientes

6 coxas e sobre coxa de frango
Sal e pimenta a gosto
Alho picado a gosto
Szeite
3 colheres (sopa) de shoyu (molho de soja)
saco plástico


Modo de preparo

Limpe o frango, retirando pequenas nervuras ou gorduras, mantendo a pele. Faça pequenos furos e coloque dentro do saco plástico. Acrescente o alho picado, sal, pimenta e o shoyu. Feche o saco e misture bem para incorporar o tempero. De preferência faça de véspera, assim estará bem curtido o tempero. Aqueça uma frigideira com fio de azeite, acomode as peças mantendo a parte da pele pra baixo. Mantenha tampado e aguarde até o ponto que esteja cozido, mas não dourado.

Transfira o frango para uma assadeira untada com papel manteiga, deixando as peles para cima. Asse  por 60 minutos em temperatura de 180 graus. Com o caldo que restar na frigideira, vocês poderão  cozinhar legumes cortados em tirar ou como sugestão na foto, abobrinhas picadas. O resultado do frango assado será uma carne macia por dentro e crocante por fora!

Sirva o frango com arroz e legumes , acompanhando salada verde!

Bom apetite!!



Olá famílias,

Recebi uma postagem com uma ideia bem bacana para organizar as tiaras das meninas. Quem nos enviou foi a leitora Liliane Lage, confira!


A Luana amaaaaaa tiara e tem várias! Mas, sempre seu armário ficava uma bagunça e era tiara jogada pela casa inteira. Procurei na internet como fazer um porta-tiaras, li postagens muito legais, porém complicadas. Fui numa loja de lazer e vi um puxa-saco lindo, e lembrei de uma postagem usando pano e garrafa pet. Comprei o puxa-saco, 1 fitinha, arrumei uma garrafa pet e fiz o porta tiaras. O problema de desorganização dos arquinhos acabaram! #maedemenina - Lili Lage

Gostaram dessa dica?
Abraços, Genis ;)