Na minha casa fomos criados de forma muito reservada e pouco se falava sobre sexo. Meu pai que vez em quando conversava um pouco sobre o assunto, mas só quando percebia que era muito necessário. 

A medida que fui crescendo e entendendo um pouco mais sobre a sexualidade e percebendo o quanto esse assunto era tabu dentro de casa, fui criando em mim uma opinião de que quando tivesse minha família não iria tratar do assunto de forma proibida ou pecaminosa, mas de maneira natural.

Muitos assuntos eu e meu marido conversávamos antes de ter JM e um deles foi sobre o nu dentro de casa e chegamos a um consenso de que isso seria tratado de forma natural, sem esconder o corpo dos filhos. 


Para nós, andar nu ou tomar banho juntos não é nada demais, pois sentimos à vontade e agimos com naturalidade. JM até o momento não nos surpreendeu com perguntas 'cabeludas', somente uma vez perguntou onde estava o meu piru e eu respondi naturalmente que não tinha piru e a conversa se encerrou ali mesmo e ele logo se distraiu com outra coisa. 

Perguntas sobre sexualidade podem surgir durante o banho ou fora dele e os pais precisam agir naturalmente, pois quanto mais receio de responder às perguntas, mais curiosidade e desconfiança a criança terá sobre o assunto. 



Adoramos tomar banho juntos, é um momento lúdico, prazeroso e prático também. Em vários momentos os banhos acontecem também individual, não há uma regra para este momento.


Creio que chegará um momento em que JM não irá mais querer tomar banho junto comigo ou com meu marido, mas isso será uma vontade dele e é claro, será respeitada.

Tomar ou não tomar banho com os filhos é uma decisão pessoal de cada família e não deve ser nada forçado. O importante é que cada família sinta-se confortável para ter tal atitude.

E na sua casa, como acontece o banho e como é encarado o nu perante os filhos? Compartilhe comigo a sua opinião sobre o assunto nos comentários.

Um super beijo! Genis ;)