Imagem Guia do Bebê

Olá famílias, 

Nossa colunista preparou um post sobre adaptação escolar, respondendo à pergunta da leitora Viviane Pinheiro Gurgel: 

"Oi, tenho uma filha de 4 anos que sempre estudou na mesma creche escola desde os 4 meses. Somos de Fortaleza/CE e mudamos para São Paulo semana passada. Hoje ela começa a adaptação no curso de férias da nova escola e está bastante irritada. Alguma dica de como proceder nesse período de adaptação para se seja o menos traumático possível a ela?"

As crianças sofrem muito com a adaptação numa nova escola, pois se acostumaram com o espaço e os colegas da escola anterior, além do grande apego aos professores.  Nos casos de mudança de escola é necessário ser transparente com a criança, explicando de maneira clara e acessível os motivos da mudança: trabalho dos pais, proposta pedagógica, etc.

Dado o primeiro passo que é o de esclarecer o motivo da mudança, seguem algumas dicas de como podemos ajudá-los nesse importante momento de transição.

- Organizar uma visita à escola antes do início das aulas, explorando pontos que você considera atrativos para a sua criança. Mostrar o novo parque, o pátio, a biblioteca, apresentar a nova coordenadora são maneiras de dizer que aquela escola também é bacana e tem coisas boas para oferecer. A criança passa a ter referências sobre a nova escola.

- Os pais precisam passar segurança para as crianças – muitas vezes nós também estamos receosos e inseguros com relação ao novo espaço escolar e, mesmo que indiretamente, passamos insegurança para os nossos filhos. Vale conversar com outros pais, com a nova professora e com a coordenadora e apresentar o momento pelo qual a família está passando. Profissionais bem preparados estarão prontos para te ouvir e para dar o atendimento necessário. Outra dica importante é sempre ressaltar os pontos positivos daquela escola.

- Estabelecer vínculos de amizade com outros pais. Não estou falando sobre ficar pendurado na porta da escola, mas vale a pena encontrar uma ou duas famílias que tenham o mesmo perfil e se aproximar, conversar. O estreitamento de laços fora da escola é benéfico para os pais e principalmente, as crianças. Uma brincadeira no clube, um lanche juntos e as crianças, em pouco tempo estarão motivadas a encarar o novo desafio.

Vale ressaltar que nesse período é normal a criança queixar-se de dores de barriga, de cabeça, humor alterado. Isso tudo tem a ver com o momento pelo qual está passando.

Em breve a criança estará adaptada e encantada com a nova escola, os novos amigos e os novos professores.

Em tempo: Estou falando de uma situação real. Após anos numa mesma escola, por questões de trabalho, nos mudamos de cidade. Irei enfrentar as mesmas situações de muitas famílias. Tenho certeza que dará tudo certo!

Abraços, Genis ;)





Eu adoro brigadeirão e confesso que fazer no forno às vezes me dá uma preguiça, demora... e como gosto de cozinhar, mas adoro praticidade, testei a receita no microondas e foi aprovada!

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 xícara de chocolate em pó
1 colher de sopa de margarina
3 ovos inteiros
Chocolate granulado para decorar





Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem até dobrar de volume.
Coloque em uma forma anel untada e leve ao microondas na potência 10, de 7 a 8 minutos.

Leve a geladeira para gelar e desenforme. Para finalizar, jogue granulado por cima

Obs.: Todas as receitas que utilizo ovos, sempre peneiro as gemas antes para que não fique com cheiro e nem gosto de ovo.


Espero que gostem da receita!!!
Beijos Mi Gobbato