Hoje trago para vocês uma receita que me remete a infância, minha mãe fazia esse bolo sempre nos nossos aniversários e era sucesso garantido.

E agora faço quase sempre para o meu filho que ele gosta de "bolo de bolo" e para marido que gosta de bolo, mas não é muito fã de doce.

Vamos parar de conversa e vamos a receita!


Ingredientes 
Massa:
2 xícaras de chá de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
4 ovos
1 xícara de chá de leite
1 colher de sopa de fermento em pó
2 colheres de sopa de margarina

Cobertura:
1 lata de leite condensado
1 vidro (200ml) de leite de coco
1 xícara de coco ralado

Modo de Preparo:
Massa:
Bata no liquidificador os ovos, leite, margarina, açúcar e o coco.
Coloque o trigo em uma vasilha, despeje a massa batida e misture até que fique homogêneo.
Adicione o coco e misture, e por último acrescente o fermento.
Coloque em uma forma untada e enfarinhada, asse em forno médio, pré-aquecido, por cerca de 40 minutos, ou até dourar.

Cobertura:
Misture tudo (não levar ao fogo) e coloque sobre o bolo ainda quente, e polvilhe coco ralado por cima e leve a geladeira para gelar.

Espero que gostem da receita!!!
Beijos Mi Gobbato 



Olá famílias,

Para a minha alegria a nossa leitora Liliane Lage me enviou mais duas de suas criações: Fadinha e Mágico, uma ideia bem legal pra quem é mãe de casal. Confira!

"Ano passado minha filha Luana apresentou balé e foi fadinha e o Lucas adorava ficar com a varinha fingindo que estava fazendo mágica! Só que a varinha quebrou! Pensei em fazer um para cada um com palito de churrasco. Usei:
  • Palito de churrasco
  • EVA
  • Fita
  • Forminha para fazer biscoito em forma de estrela
  • Papel contact preto
  • Cola quente
  • E para decorar o que a imaginação mandar
Colei fita de cetim rosa no palito de churrasco (tirei a ponta), cortei EVA em forma de estrela lilás e colei no palito com umas fitinhas. Cortei um círculo grande lilás, fiz um um cone para fazer o chapéu da fada. Colei na ponta do chapéu umas fitinhas e umas florzinhas para decorar.
Passei papel contact preto no outro palito de churrasco. Fiz uma cartola preta e branca e cortei estrelas brancas para decorar a cartola do "meu mágico" fofinho!"





Essa mamãe arrebenta!
Abraços, Genis Borges ;)


Olá famílias,

Recebi um post bem bacana da leitora Liliane Lage. Ela vai nos ensinar como fazer duas fantasias fáceis, bonitas, baratas e que com certeza irão agradar e muito a criançada.
Confira!

"Para fazer a fantasia do Olaf, usei uma camiseta branca que Lucas já tinha e EVAs laranja, preto e branco. Para o nariz peguei uma tampa de todinho para desenhar um círculo no EVA laranja, cortei, fiz um cone e colei com cola quente. Cortei os olhinhos, sobrancelhas e boca e depois os colei com cola quente na camiseta. No boné fiz a mesma coisa, mas ao invés da boca, colei os dentes na aba."




"Para fazer a fantasia da Elsa, comprei uma camiseta simples de 10 reais e fiz uma saia de tutu! Fiz do mesmo jeito da saia de bailarina, mas com tutu azul e branco. Os materiais que usei foram: elástico do tamanho da cintura da criança, 3 metros de tutu branco, 3 metros de tutu azul e 4 metros de fita de cetim azul. É só cortar os tutus em tiras de aproximadamente 40 cm e depois ir amarrando no elástico. No final, se quiser, dá voltas com o cetim em volta do elástico e dá um laço. E a coroa você pode pegar um arco comum, cobri-lo com a fita azul com cola quente, fazer o molde de coroa e colar no arco e usar a imaginação. Pode colar pedrinhas, paetês, botões... Depois que fiz a saia da Elsa, passei cola com Glitter para ficar brilhosa e goma nas pontas e amassei."






Imagens cedidas por Liliane Lage.

Genial essas ideias, concordam?
Abraços, Genis Borges ;)


Confira também:
- Faça sua fantasia de Odalisca.
- Faça sua fantasia de Havaiana.


Olá famílias,

Antes de ser mãe sempre tive em mente que quando tivesse um filho que seria ensinado a ajudar nas tarefas de casa, independente de ser menino ou menina. E desde bem pequeno dei autonomia para José Marcos em algumas atividades simples do dia a dia, como o simples ato de guardar seus brinquedos ainda bebezinho.

Hoje, aos 5 anos ele já ajuda bastante, a sua maneira, com as tarefas de casa. Digo a sua maneira, porque é claro que com apenas 5 anos não ficará tão organizado aos nossos olhos, mas para ele está tudo arrumado e percebo que o esforço é verdadeiro.

Colocar a roupinha suja pra lavar, organizar os brinquedos, dobrar o pijama e até arrumar a cama, são atividades que José Marcos já desenvolve em casa. Outras tarefas como ajudar na cozinha e com a limpeza da casa despertam bastante o interesse dele, pois há também uma brincadeira nisso tudo.

Uma questão importante é que aqui em casa JM vivencia o pai cuidando das coisas de casa, como lavar banheiro, arrumar cozinha, arrumar casa, estender roupa no varal etc. e sei que isso também influencia e muito, pois as crianças aprendem muito pelo exemplo.

Para cada faixa etária, é possível pensar e distribuir algumas atividades em casa.

- Até os 3 anos, você pode ensinar seus filhos a cuidar de seus brinquedos, ajudando-os a guardar e organizar.

- Dos 3 aos 4 anos a criança já pode começar a se vestir sozinha e ajudar os adultos na cozinha a pegar objetos que não ofereçam perigo (sempre com um adulto por perto).

- Por volta dos 4 anos, a criança já pode fazer algo sozinha, como trocar a água do cachorro ou recolher o lixo. Já é possível estabelecer um horário para estas atividades, criando assim uma rotina.

- Dos 5 aos 6 anos, a criança já pode arrumar o próprio quarto, ajudar a limpar a casa, como tirar a poeira dos móveis.

A medida que vão crescendo e ficando com mais "juízo", as crianças podem ganhar mais responsabilidade, como atender telefone, anotar os recados, lavar louça, cuidar da alimentação dos animais de estimação, entre outros.

O mais importante de tudo isso é analisar quais atividades podem ser divididas para que o hábito seja desenvolvido desde pequeno.

Eu penso que se instruíssemos os meninos desde pequenos nessa divisão de papeis, que não é obrigação da mulher apenas fazer as atividades do lar, formaríamos homens mais parceiros e menos violentos.




Abraços, Genis ;)


Olá famílias,

Já organizaram o material escolar dos filhos? Por aqui já está tudo organizado, só esperando chegar o dia. Gosto de fazer com um pouco de antecedência pra não ficar na correria nos últimos dias. Encomendei os uniformes no começo de janeiro (já ficaram prontos), comprei todo o material e o que deu mais trabalho foi a escolha da mochila, pois os preços estavam bem altos (falarei sobre isso em outro post).

No post de hoje quero falar sobre como etiquetar os materiais escolares, confeccionando em casa suas próprias etiquetas.

Eu comprei duas folhas de etiquetas, pois na papelaria é vendido separadamente as folhas, não sendo necessário comprar todo o pacote.

Pra começar a criar as etiquetas, pedi para José Marcos escolher qual desenho ele gostaria de colocar junto com o nome e ele escolheu o homem aranha. Pesquisamos a imagem do homem aranha do Google Imagens e salvei normalmente no PC.

Depois, baixei o programa da PIMACO. Você pode fazer o download clicando neste link http://www.pimaco.com/downloads 

Ao inciar o aplicativo, clique no botão "Novo Trabalho" e irá aparecer uma caixa de diálogo com o código das etiquetas. Procure pelo seu código. Eu perguntei para o vendedor para saber, mas é fácil identificar no programa pelo tamanho e quantidades.



Para fazer a edição das etiquetas é bem simples. Os recursos são os mesmos que usamos para editar textos no Word. 



Clique em visualizar pra ver como ficou, se está do jeitinho desejado e depois é só imprimir. Certifique que a folha da etiqueta está na posição correta.


O resultado final ficou assim:



E os materiais foram todos etiquetados.



Espero ter ajudado, qualquer dúvida é só deixar pergunta nos comentários ou na página do blog.
Abraços, Genis ;)