Dicas para o primeiro dia de aula


Você se lembra como foi seu primeiro dia de aula na faculdade? Eu sim e foi tenso. Apesar de não ser uma pessoa tímida meu coração acelerou demais e fiquei gelada. A turma era bem grande e tudo era tão novo e diferente pra mim. Os dias foram passando e o bate papo e as amizades foram surgindo, mas demorou um certo tempo pra isso acontecer.

Agora, imagina uma criança que começa a estudar ou mesmo que já estude, começa um novo ano letivo, uma nova fase com novos professores e novos amigos? Não é fácil e os pais e educadores precisam estar atentos para aos comportamentos delas nesse início.

A primeira coisa a ser feita é ter paciência. Há crianças "e" crianças, certo? Então, cada uma com suas particularidades, vai expressar de uma maneira seus sentimentos sobre essa nova vivência. 

Não adianta ficar comparando uma com a outra, dizer que o amiguinho não tá chorando etc. Isso só faz piorar ainda mais a situação. Converse com seu filho e não despreze o que ele está sentindo naquele momento. 

Há um outro tipo de reação comum também, algumas crianças não choram, mas guardam dentro de si frustrações. Esteja atento. Tenho experiência de ter tido alunos que aparentemente estavam ótimos na adaptação e poucos meses depois, não quiseram ir pra escola e começaram a ter reações de pirraça, choro e até medo.

JM passou do Maternal para o Jardim I, turminha com 4 anos completos. Como ele fica na creche, no primeiro dia de aula eu fiz questão de estar lá às 13h para acompanhar o seu primeiro dia. Pra minha surpresa, vi a coordenadora da creche o levando para a sala de aula com mais outras crianças e ele estava ótimo, na fila, andando normalmente. Mas, quando me viu... rsrs chorou! Ah, por que chorou JM?

Sinceramente, percebi que foi um chorinho de manha e arrisco até em dizer que foi um chorinho pra mamãe se sentir bem - Vou chorar pra minha mamãe ver que estou com saudades! - por um momento acho que ele pode ter pensado nisso. Valorizei um pouco esse dengo, mas logo conversei e fiquei um tempo por lá pra transmitir segurança à ele. Minutos depois, ele estava já com os amigos, brincando.

Desde que JM foi pra escolinha pela primeira vez, não tive problemas grandes de adaptação. Um chorinho aqui outro ali, mas tudo contornável. Penso que a ida pra creche logo bebê, facilitou essa transição. Mas, como disse, nem todas as crianças são iguais e se você está passando por um momento mais difícil, deixo algumas dicas que podem ajudar.

  • Sempre fale a verdade para seu filho, não tente enganá-lo. 
  • Diga, transmitindo confiança, que irá voltar pra buscá-lo. Nos primeiros dias, você pode combinar com a escola de buscar mais cedo e ir aumentando o horário com o passar das semanas. Há algumas escolas que já fazem isso no período de adaptação.
  • Converse em casa sobre a nova experiência que ele irá ter. Que conhecerá pessoas novas e fará muitas amizades.
  • Tenha paciência, muita paciência e não desista no caminho.
  • Converse com a direção da escola, diga sobre suas dúvidas e medos. Eu fiz muito isso com a querida diretora da escola de JM e saía sempre muito confortada de lá.
  • Converse com outras mães que já passaram por isso e verás que não está sozinha.


Me conte como foi a sua experiência na adaptação!

Abraços, Genis Borges


Comentários
18 Comentários

18 comentários:

  1. rs deve ter sido mesmo em amiga
    choro de manha, fica bem mamãe rs
    mais o melhor mesmo é ter paciência
    lindatarde
    Nanda
    beijokas

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  2. Boas dicas amiga, essa de sempre falar a verdade é a melhor... Pois muitas mães dizem que vão passear na casa da avó, ou no mercado e levam eles pra escola. Poxa, não da certo...
    Ótimo final de semana!

    Beijosss!

    Blog: Caio, o melhor presente

    ResponderExcluir
  3. Olha eu aqui anotando as dicas.
    Adorei Genis, estamos no meio desse processo que estava tudo indo ótimo com a adaptação até vir a primeira virose.
    Assim que o garotão melhorar vamos começar tudo de novo.
    Bjks da Mãe Vaidosa

    ResponderExcluir
  4. Vim te convidar para participar do sorteio lá no blog,
    http://cantinhodasli.blogspot.com.br/2014/02/sorteio-com-parceria-ziph-moveis.html
    bjs e boa sorte!

    ResponderExcluir
  5. Difícil demais a nossa adaptação, esse ano foi super bem, Lucas vai feliz para escola.
    Aqui ele faz o Infantil IV

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. O Gui no começo chorava antes de sair de casa, me abraçava dizendo que não queria ir, que ia ficar com saudade, e eu mmo com o coração apertado abraçava ele, e bem calma com segurança dizia para ele que não precisava chorar, que lá ele ia conhecer amiguinhos novos, aprender coisas novas, e que depois de um tempinho eu estaria lá para busca-lo, e depois que entrava e não me via mais parava de chorar ... e hoje ele ama a escola, e não quer perder um dia de aula ...

    Bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela postagem, bem própria para o momento principalmente para as mães de
    primeira viajem, Os meus já cresceram mais lembro bem como foi difícil para a minha filha
    se adptar à escola. Nota 10. pela postagem. Te desejo um final de semana maravilhoso.
    http://nalpontes2.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Geni,
    Meus filhos já fazem tempo que passaram por esse processo, hoje em dia, a "briga" é que eles não querem trocar de escola... Mas, estou passando por esse processo com o enteado, ele saiu de uma escola construtivista para uma escola tradicional, e estávamos com medo dessa mudança, mas está dando super certo, acho que fizemos a escolha certa.
    Beijos e um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  9. Genis e JM, bom dia!
    Para Maria, quando entrou no maternal com 2 anos e 2 meses, foi super tranquila a adaptação. Se chorou durante todo o ano umas 4 vezes foi muito. E foi praticamente só no Maternal 1, quando entrou.
    Sempre me entusiasmo com a escola (até hoje é assim) para que ela goste "de graça". Pra que se sinta confortável, pra que goste e fique feliz.

    Faço "festa", me alegro, incentivo e assim deu certo.

    E como você disse, cada criança é tem uma resposta à adaptação e não podemos exigir dos pequenos a mesma atitude de outra criança. Com tranquilidade, amor e muito diálogo com eles e a escola, dá certo!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ameiiiii as dicas!!!
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Saudações Genis! Hahahaha instinto de mãe nao falha, esse lance de chorinho de manha para fazer vc sentir que ele esta com saudades, hahaha adorei! Beijos e abraços!

    ResponderExcluir
  12. A adaptação num é nada fácil,e nos mamães tmb sofremos!!

    Anotando as dicas..rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Adorei as dicas e vou usá-las com certeza ano que vem com meus dois pequenos.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Que super dicas. Aqui ainda não passei por isso, mas tenho certeza que não vai ser nada fácil.
    E o melhor mesmo como disse, falar sempre a verdade, e ficar juntos e conversar bastante.
    Eu sempre fui muito timida, e morria de vergonha no 1º dia de aula.
    Bjs
    VIvi e Isaac

    ResponderExcluir
  15. Gostei das dicas, por aqui só ano que vem a escolinha!
    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Otimas dicas!

    Vc sabe tomo o meu drama com a adptação, mas graças a Deus ja passou, porem se tem feriado prolongado vem choro quando volta as aulas!

    Beijos
    Gleysa

    ResponderExcluir
  17. Espero nao ter choros na escola o horario vai ser assim, ele ta animado, mas nunca sabemos como sera na hora
    Bjs

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir