Informações sobre a Influenza A (H1N1).

Olá famílias,
Hoje vamos conversar sobre um assunto que tem assolado as nossas casas, a gripe causada pelo vírus H1N1, um subtipo de influenzavírus do tipo A. Como sabem eu não sou médica, mas li bastante sobre o assunto e assisti a algumas reportagens para poder contribuir com informações eficientes aqui no blog. Na minha gravidez, em 2009, houve também uma epidemia dessa gripe e eu fiquei em casa por um período, em licença, para diminuir o risco de contaminação. Lembro que fiquei muito preocupada e ganhei da empresa que trabalhava álcool gel e máscaras, mas graças a Deus não fui contaminada. O importante é manter a calma e se prevenir como orientam os médicos.  
Você sabia que a gripe H1N1, assim como a gripe comum, apresenta febre repentina, fadiga, dores pelo corpo, coriza, tosse, dores de garganta, dificuldades respiratórias entre outros sintomas, podendo causar em alguns casos, vômitos e diarreia? A diferença é a intensidade dos sintomas e chances de complicação quando se trata da gripe H1N1. Só exames de laboratório é que indicam qual é o vírus.
No quadro abaixo vemos as diferenças entre a Gripe Comum e a Influenza A (H1N1):

Grupos de Risco prioritário para vacinação:
  • Gestantes.
  • Idosos acima de 60 anos.
  • Crianças entre 6 meses e 5 anos.
  • Doentes crônicos.
  • Profissionais da saúde.
  • Obesos.
  • População indígena.
  • Presidiários.
Vacina: 

Existem duas vacinas que protegem contra a infecção pelo H1N1: a trivalente, que protege contra 3 tipos de vírus; 2 tipos de Influenza A (H1N1 e o H3N2) e contra 1 tipo de influenzaB  e a tetravalente ou quadrivalente, que protegem contra 4 tipos de vírus; 2 tipos de Influenza A e outros 2 tipos de Influenza B.

Os dois tipos de vacina são eficazes e já podem ser encontradas na rede privada, mas levam entre duas a três semanas para fazer efeito. A eficácia da vacina é de 70 a 90%, então mesmo que tenha tomado a vacina, não impede totalmente que a pessoa não tenha gripe, mas diminui o risco. A vacina protege por um ano e a partir do dia 11 de abril estará disponível na rede pública em São Paulo e até o final do de abril, em todo o país. 

A vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave a ovo.

Transmissão: 

O vírus fica incubado entre 3 a 5 dias e sua transmissão pode ocorrer antes de aparecer os sintomas. A contaminação se dá por via aérea ou por meio de partículas de saliva e de secreções das vias respiratórias pelo contato direto com o infectado ou indireto através das mãos com objetos contaminados.
Se você ficar doente, deve evitar o contato ao máximo possível com outras pessoas para evitar a transmissão para outros. 

Tratamento: 

Já sabemos que não devemos nos automedicar, o uso de remédios sem orientação médica pode agravar o estado de saúde. É recomendável procurar um médico para um tratamento específico contra a gripe com remédios que combatam o vírus especialmente ministrados nas primeiras 48 horas.  O tratamento também inclui hidratação, antitérmico e repouso.

Recomendações Importantes: Para se proteger ou evitar a transmissão do vírus, é recomendável:
  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão e desinfetá-las com álcool gel. 
  • Usar lenços descartáveis para cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar.
  • Não colocar as mãos nos olhos, boca ou nariz após ter tocado em objetos de uso coletivo.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal.
  • Evitar lugares aglomerados e ambientes fechados. 
  • Ter uma alimentação equilibrada.
  • Fazer atividades físicas. 
Então fique de olho! Se estiver apresentando os sintomas da gripe, com bastante intensidade, procure um hospital.

Espero ter ajudado.
Abraços, Genis.


Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Perfeito o post, com certeza vai ajudar muitas pessoas

    Bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Acabamos de vacinar o pequeno. Sabemos que não ficamos imunes, mas já abranda a situação.bj

    ResponderExcluir
  3. Oi Genis, muito boas as informações. Gostei de saber dos sintomas. Aqui como prevenção estamos usando limpar as narinas duas vezes por dia com soro fisiológico ou água morna com sal e fazer garagrejo também com água morna e sal para limpar a garganta.
    E vamos nos protegendo ao máximo.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir