Dicas para visitar um recém-nascido

Olá famílias, 

Eu fico super ansiosa para conhecer um bebê que acabou de nascer e penso que isso é muito normal. Afinal, foram meses acompanhando a gravidez de uma amiga! Se isso também acontece com você, é importante não deixar se levar pela emoção e for logo visitando o bebê, alguns cuidados são importantes para fazer esta visita e baseado em minha experiência e de outras mamães, vou deixar algumas dicas.

Visitar no hospital ou em casa?

Algumas mamães preferem receber a visita ainda no hospital pela praticidade de poder contar com os cuidados de enfermeiras e do acompanhante, outras mamães passam horas em trabalho de parto e ficam exaustas e não gostam dessa visita nos primeiros dias. O melhor é ligar para o esposo ou um parente próximo e se eles pedirem para você esperar um pouco, não fique chateado. Eu confesso que fiquei muito feliz ao receber visitas de amigos próximos e parentes no hospital, mas algumas se estenderam muito me deixando constrangida, pois tive muitas dificuldades em amamentar e os palpites me deixavam muito nervosa.


Na minha opinião, a melhor época para visitas é depois dos 40 dias, depois que a mamãe já consegue cuidar do bebê e já passou a fase de adaptação da amamentação. Mesmo assim, que seja uma visita breve, pois a mamãe precisa descansar. Os primeiros meses são muito cansativos e uma dica importante é ligar antes combinando o dia e horário.

Higiene reforçada

Você não vai sair do trabalho e ir visitar um bebê, certo? Se não tiver jeito e for o único horário que consiga fazer esta visita, não pegue o bebê e tenha o mínimo de aproximação possível. Nos hospitais fica bem aparente o álcool-gel, use-o assim que chegar. Se não tiver, lave bem as mães para proteger o bebê e a mamãe de contaminação por vírus e bactérias.

Não leve crianças

Essa dica pode soar um pouco radical, mas pela minha experiência não foi nada agradável. Recebi algumas visitas que levaram crianças que até deitaram comigo na cama e ainda quiseram por todo custo segurar José Marcos. Fora a correria pela casa, barulho, beijos etc. Se for uma criança que está muito ansiosa em conhecer o priminho, por exemplo, faça combinados antes de como se comportar e seja o mais breve possível na visita.

Se estiver doente, não vá

Esta dica dispensa explicações...

Não fume e não use perfumes

Você não sabe se o bebê tem alergias ou algumas restrições e seu olfato é muito sensível. Então, evite expor a criança a cheiros fortes. Melhor evitar totalmente o perfume e não fumar antes da visita.

Não pegue na mão do bebê, não beije e nem pegue no colo

Nós manipulamos diversos objetos por dia e os bebês colocam as mãozinhas na boca, Então, não pegue nos dedinhos da criança e também não beije. Pegar no colo somente se a mãe oferecer e você estiver limpo.

Evite conselhos e palpites

Os primeiros dias trazem à nova mamãe muita insegurança e, conselhos e palpites podem deixá-la irritada e triste. Eu recebi alguns palpites que me irritaram muito sobre amamentação a ponto de chamar minha mãe (que ficou comigo no resguarda) para dar um jeito de retirar a visita do quarto.

Hora da amamentação

Se perceber que está na hora da mamãe amamentar, se despeça. Como disse anteriormente, esse momento foi muito difícil para mim, sentia muita dor e não tinha muita prática. A última coisa que queria por perto era uma visita.


Visita a noite NÃO!

Eu recebi uma visita às 21h, estava exausta e José Marcos tinha 4 dias de nascido... Não acreditei quando o interfone tocou. Meu marido ficou com a visita na sala e eu continuei descansando, era o momento que José tinha acabado de dormir depois de um dia inteiro mamando de hora em hora.

Não tire fotos se a mãe não permitir

Algumas famílias não gostam que as fotos dos filhos sejam publicadas nas redes sociais, então pergunte antes se pode postar ou mesmo fotografar. Evite flashes, pois podem incomodar o bebê.

Ajuda na hora certa

Se você for íntimo da mamãe, ofereça ajuda com os afazeres de casa: lavar louça, estender uma roupa ou recolher do varal ou outra tarefa que esteja visível que necessite de ajuda. Mostra-se proativo que certamente a família vai precisar. 

Cada mãe reage de um jeito em seu pós parto e o melhor caminho para não se tornar uma visita desagradável, é ser discreto e não se prolongar. Vocês concordam?

Um grande abraço, Genis Borges ;)



Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Algumas dicas parecem tão óbvias, né? Mas precisamos estar sempre avisando. É incrível como tem gente que vai assim mesmo.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poi é Chris, esses dias vi uma colega indo visitar um recém nascido com a roupa que trabalhou o dia inteiro, pegou no colo, tirou foto e ainda postou. Lamentável...

      Excluir
  2. Muito bom seu post, Genis!
    Antes de ter meus filhos eu gostava de visitar ainda na maternidade. Agora, só depois de 40 dias, pelo menos!
    Gostei da forma como você colocou os tópicos.
    Adorei as fotos :)
    Bjks mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente vai aprendendo com a experiência né querida? Bjus e obrigada.

      Excluir