Dente de leite tem raiz?

No meu consultório a rotina de primeira consulta é mais ou menos assim:

Primeiro preenchemos uma espécie de ficha com todos os dados da criança, depois faço uma pesquisa sobre a história médica, hábitos alimentares, hábitos para funcionais, hábitos de higiene...

Num segundo momento vamos para o consultório, propriamente dito, e aí começamos a examinar a criança, buscar informações sobre a escova de dentes, pasta de dente, uso do fio dental...

Terminada esta segunda fase, retornamos ao escritório e vamos conversar sobre o plano de tratamento para aquele pequeno paciente. Nesta hora é muito comum surgir o seguinte comentário: "Eu disse que iria trazer meu filho ao dentista, mas fulano me disse que não precisava porque dente "de leite cai".

Ou, se estiver no plano de tratamento uma pulpectomia ou pulpotomia (que seria o tratamento de canal do dente decíduo, dente “de leite”) aparece outra pergunta: "Mas dizem que dente "de leite" não tem raiz?

Então, para provar que o dente decíduo tem raiz e ainda, que tem um papel importantíssimo na vida de nossas crianças,  fiz este texto.

O dentes decíduos começam a erupcionar por volta dos 6 anos, como vimos numa coluna passada e, ele tem as seguintes funções:

Mastigação

Quando inicia o processo de desmame da criança, na verdade começa uma troca por alimentos pastosos, peneirados, depois só amassados, até que a criança consiga mastigar alimentos inteiros. Esta mastigação acontece por causa de um conjunto de dentes, músculos e ossos. A  mastigação promove a continuação do desenvolvimento muscular e ósseo.

A mastigação também exerce papel fundamental no sistema digestivo. Uma pessoa que engole os alimentos sem mastigar, ou com uma mastigação insuficiente também poderá ter problemas digestivos.

Mantenedor de espaço

Os dentes decíduos "guardam" o espaço para os dentes permanentes, que começam aparecer, como já sabemos, por volta dos 6 anos.

Antes de "nascerem", os dentes permanentes que ficam internamente ao osso, em íntima relação com a raiz do decíduo, a usa como guia. Conforme ele vai erupcionando, vai destruindo sua raiz. É por isso que muitas pessoas pensam que dente "de leite" não tem raiz, porque quando ele cai, já foi destruída a raiz pelo movimento de erupção do dente permanente, mas acredite: A raiz estava lá!

Fonação

Nossos dentes também são responsáveis por uma boa fala, porque a correta pronúncia das palavras depende do apoio dos dentes. É difícil entender a fala de alguém que não têm alguns ou todos os dentes.

Estética


Nossos dentes têm papel fundamental na harmonia da face. O sorriso modifica uma pessoa. Eles têm também uma função social.

Até aqui, podemos concluir que os dentes decíduos são de extrema importância!

Mas, dente “de leite” dói?
Claro!

Uma criança com cárie pode sofrer muito com dor de dente e a perda precoce de um decíduo pode trazer consequências para nossas crianças. Então previna, mantenha a higiene bucal de seu filho, evite alimentos que não são saudáveis e mantenha em dia a consulta com o odontopediatra.


Para terminar, gostaria de contar um caso:

Estive em uma escola para dar uma palestra sobre o cuidado com os dentes. E comecei conversando com as crianças sobre a função dos dentes "de leite". Eu queria saber o que estava na cabecinha deles e perguntei: "Para que serve o dente de leite?"

Um garotinho com cara de sabido e sapeca respondeu: "Serve pra gente colocar debaixo do travesseiro, para a fada do dente pegar e deixar uma moeda!"

Então podemos acrescentar mais essa função do dente "de leite": Gastar o dinheiro dos pais!

Essas crianças ainda vão me matar de tanto amor!

Cuidar de criança é diversão garantida!





Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Oi Genis
    Adorei o post
    A Dra Eliane explicou de uma forma simples e completa sobre dentes de leite.
    Adorei a foto também :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!
      A dra. Eliane sempre me surpreende com seus posts super explicativos.

      Excluir