Sarampo: primeira dose de vacina em bebês é antecipada em São Paulo


Olá famílias, 

Tá todo mundo de olho na saúde e bem estar das crianças por aí?

O dados de casos registrados de sarampo no Brasil tem assustado! A capital paulista está com o maior número de casos, cerca de 484 dos 561 casos registrados, de acordo com o Ministério da Saúde. 

Em todas essas cidades — exceto as cidade de São Paulo e Mairiporã — a orientação é dar continuidade ao calendário rotineiro com duas doses da vacina aos 12 e 15 meses. O alerta das autoridades da saúde, no entanto, é para quem mora na capital paulista. O grupo etário entre 15 e 29 anos também precisa ser vacinado, pois é um grupo onde se concentra grande parte dos casos.

Em algumas regiões com maior número de casos estão sendo realizados os chamados "bloqueios". Nesse caso, a vacinação é feita de forma indiscriminada, ou seja, independentemente da quantidade de doses que a pessoa recebeu. Isso é feito para garantir uma cobertura maior. Mesmo que a pessoa já tenha tomado, uma dose adicional não será prejudicial.

Nada de acreditar nas fake news espalhadas por aí! Você ficaram sabendo da mãe que perdeu 2 filhos para o sarampo por acreditar em notícias falsas sobre vacinas? Confira AQUI. Pois é, isso não é brincadeira! 

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, altamente contagiosa e que pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. Sua transmissão se dá de forma direta, de pessoa a pessoa, por meio das secreções expelidas pelo doente ao tossir, espirrar, respirar e falar. Então, o melhor contra tudo isso é a vacina! 

A vacina contra o sarampo está disponível gratuitamente o ano todo nas unidades básicas de saúde.
Em São Paulo, por causa do surto atual, a aplicação também tem sido realizada em postos volantes instalados em estações do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), da ViaQuatro e da ViaMobilidade. Há ainda a opção de tomar a vacina em clínicas particulares, só que, nestes locais, ela é paga.

Me ajude a espalhar esta informação compartilhando este post em suas redes sociais.





Informações extraídas dos sites https://revistacrescer.globo.com/ e https://www.bbc.com.






Genislene Borges

Descobri na maternidade o que defini como sendo minha verdadeira vocação: ser mãe e apaixonada pelo Meu Mundo Materno, criei este blog para representar meus sentimentos e compartilhar minhas experiências com a maternidade.

Um comentário:

  1. Oi Genis, hoje passeando em um post antigo no meu blog e vi um comentário seu. Me bateu saudades de estar por aqui acompanhando você. Um ótimo post. Muito importante o alerta. É impressionante que estejamos retornando ao passado e tendo essas doenças de volta por que as pessoas acreditam m informações falsas e colocam em risco a si mesmas e a quem está ao redor.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

    ResponderExcluir

Instagram